TIL11.png

MEZPLASTA

Mezplasta é uma instalação que reflete sobre a omnipresença do plástico nas nossas vidas, bem como a forma múltipla e variada desta omnipresença. Derivado do verbo Grego plassein, que significa moldar, o plástico está presente nas nossas vidas de forma fluída, moldado e moldando uma miríade de aspectos da nossa existência moderna.

Esta ideia de passagem efémera do plástico por vários estados e sentidos é concretizada na própria imagem exterior da instalação no claustro, com o seu aspecto industrial “em processo,” de algo em transformação eminente.

Toda a instalação é realizada em diferentes componentes de plástico e a maioria dos seus diversos componentes provêm e serão devolvidos às respectivas indústrias.

Daí o material estar num estado de suspensão em que passou de ser algo útil e objectual para uma matéria prima (quase como um minério) que será usada para um outro fim completamente novo. 

A deslocalização de um processo industrial para o espaço do museu destaca o plástico enquanto material bruto, não objectualizado e questiona o seu valor enquanto matéria.

Cria-se um espaço em que somos imersos por uma presença impositiva e misteriosa do plástico, em que ele nos questiona, mostrando o seu lado quase alienígena.

Tipo de projecto: Instalação Artística

Local: Museu de Leiria, Leiria

Data: Junho, 2019

Duração: 2 semanas

Projeto geral: Exposição Plasticidade – Uma História dos Plásticos em Portugal

Promotor: Câmara Municipal de Leiria 

Fotografia: Colectivo Til 

Desenho/Construção: Colectivo Til 

Colaborações/Parceiros: Micronipol, Sival.